Permita que o acaso toque e te surpreenda
Permita que as borboletas povoem o céu dos seus sonhos...
Convide as cores a adentrarem no preto e branco da mente...
Escolha ás vezes até não escolher tanto...
E mergulhe no infinto de poder acreditar que o
possível é tocável...
Deixe-se tocar a alma com singelezas...

12 junho 2011

Corações vitrificados
Com a mesma dureza do diamante
Sem calor, gelados, sem movimento
Tudo tão seco
Apesar de lindo
E tão brilhante...........

( Bridish )

(Obrigada por  dividir lindas
palavras minha amada Poetiza...
as "portas" estão sempre abertas
AmoDoro voce, BeijinDoce!)

Um comentário:

  1. Obrigada querida,por me ceder seu espaço!!!

    Bjss!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir